Programas

Programa de crescimento e nutrição na Primeira Infância

Este programa tem como objetivo avaliar o estado nutricional das crianças, promover atividades de educação e aconselhamento nutricional e oferecer orientações em consultas individuais ou em grupo. É realizado por médicos, enfermeiras e nutricionistas baseados nos conceitos da segurança alimentar, do aconselhamento e educação nutricional.

 

Programa de desenvolvimento na Primeira Infância

O período que se estende de 0 a 6 anos é conhecido como Primeira Infância, e constitui o momento na vida em que desenvolvemos capacidades e habilidades essenciais para nosso desenvolvimento como um todo. O programa é destinado a assistir crianças através de ações de promoção do desenvolvimento, considerando as necessidades e potencialidades individuais em parceria com as famílias, tendo em vista o contexto social, econômico e cultural em que vivem. Este programa conta com uma equipe multiprofissional: pediatra do desenvolvimento, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, fonoaudióloga, psicóloga e psicomotricista.

 

Atenção à Mulher Cuidadora

A iniciativa se pauta no reconhecimento da influência que os pais, em especial as mães, têm sobre o desenvolvimento dos filhos, aliado à constatação de que as mulheres exercem um papel de grande liderança na família e consequentemente na comunidade. A atenção à mulher é composta por uma equipe multiprofissional formada por especialistas em Serviço Social, Psicologia e Psicomotricidade. Além do Programa Florescer,uma das principais ações institucionais de trabalho com as mulheres, há ações como o grupo de escuta e apoio e cursos profissionalizantes, como os projetos Vai Maria, Transformaria e Realimenta.

 

Programa Florescer

Durante um ano, as mães colaboram com a Instituição e desenvolvem ações de formação em serviço, objetivando desenvolver habilidades e competências para o universo do trabalho, com forte investimento em formação pessoal, possibilitando a melhora na autoestima, autonomia e condições de empregabilidade.

 

Vai Maria

Este projeto é uma iniciativa de promoção do desenvolvimento humano focado em contribuir com a melhoria das condições de vida das mães e/ou cuidadoras das crianças assistidas pelo IPREDE, por meio de cursos de capacitação profissional em corte e costura, além das aulas de campo em visitas a fábricas têxteis locais, para uma visão de mercado mais ampla. O projeto tem como princípio básico o fortalecimento da autoestima e autonomia dessas mulheres através de ações que potencializam sua identidade feminina. Em 2019 as mães desfilaram sua primeira coleção autoral e em 2020, a marca Vai Maria, confecção originada a partir da turma de mães formada no ano anterior, é lançada, com o lucro da venda das peças revertido para a sustentabilidade do projeto, que continua ativo, e geração de renda para as mães participantes.

 

Transformaria

No Projeto Transformaria, as mães e/ou cuidadoras das crianças assistidas pelo IPREDE adquirem habilidades produtivas em culinária básica, ao mesmo tempo em que participam de uma proposta de formação em serviço, baseada numa ação pedagógica pautada em investimentos no seu crescimento pessoal, familiar e social. Em 2020 o projeto está em seu segundo ciclo, com aulas teóricas e práticas. Na cozinha pedagógica da instituição, aprendem receitas que podem ser facilmente reproduzidas, possibilitando a geração de renda a partir dos conhecimentos adquiridos no curso.

 

Projeto DoAção

O IPREDE e o Instituto Unibanco distribuíram quase 600 toneladas de alimentos e materiais de higiene/limpeza. O Projeto DoAção criado com o intuito de auxiliar no enfrentamento do coronavírus contribuiu entregando diariamente cestas básicas, quentinhas e kits de higiene e limpeza à famílias de baixa renda ou em situação de rua dos bairros com menores índices de IDH de nossa cidade, segundo classificação da Prefeitura de Fortaleza; Também foi distribuído a mais de 20 localidades do interior do Ceará que tiveram maiores casos de covid durante a pandemia, contemplando comunidades quilombolas, indígenas, rendeiras, pescadores, artesãos, artistas circenses, agricultores, dentre outros. O projeto se iniciou dia 20 de abril e teve duração de três meses. Sem dúvidas nos deixa aprendizado e reafirmação da importância dessa grande rede de solidariedade. Saiba mais sobre essa parceria...
Translate »