» Primeira Infância

A primeira infância é um período fundamental no desenvolvimento mental, emocional e de socialização do indivíduo. É até os 6 anos de idade que as estruturas físicas e intelectuais de crescimento e aprendizagem emergem e começam a estabelecer suas fundações para o resto da vida As estruturas seguem alguns estágios de desenvolvimento que não acontecem de maneira linear e rígida. Pode-se afirmar que os primeiros três anos de vida são fundamentais para que a criança tenha uma vida saudável e possa se desenvolver plenamente.

Muitas crianças estão impedidas de alcançar plenamente seu desenvolvimento potencial em decorrência de crescerem em ambientes desfavoráveis. As estratégias de sobrevivência que lhes são possíveis nem sempre são suficientes ou dignas da condição humana e podem ter como consequência, ritmos e conquistas aquém de suas potencialidades. Por exemplo, a criança negligenciada em suas necessidades emocionais – afeto, estimulação – pode perder o interesse pela vida, não se desenvolvendo normalmente, tanto física quanto mentalmente.

A vulnerabilidade social fragiliza a capacidade que têm as famílias de organizarem o próprio cotidiano, o próprio sustento e a capacidade de corresponder às necessidades essenciais dos filhos. Uma das consequências possíveis resulta na fragilidade dos vínculos entre os cuidadores e crianças, com dificuldades para a constituição da criança e a falta de oportunidades em viver a infância.

Com a firme decisão de cuidar do desenvolvimento na primeira infância, o IPREDE vem se dedicando à tarefa de expandir suas ações para um horizonte de compromissos com as crianças e suas famílias, por intermédio de uma pauta de programas e atividades que possibilitem intervenções nas crianças e mães/cuidadoras que ultrapasse a recuperação de seu peso insuficiente e caminhe na direção para apoiar uma infância com raízes plenas de potencial; tendo como estratégia o fortalecimento da qualidade da interação da mãe e seus filhos, bem como das competências familiares e os conhecimentos da nutrição infantil.

» Facebook